Pintor Henrique Silva, natural de Castelões de Cepeda Paredes

Margarida Leão e Henrique Silva

 A pintora Margarida Leão e o pintor Henrique Silva no lançamento do livro biográfico na Cooperativa árvore no Porto em 2010

 

Henrique Silva nasceu em Castelões de Cepeda a 17 de Outubro de 1933, filho de Sofia Monteiro Pereira da Silva e de Henrique Rocha Madureira, pai que nunca a chegou a conhecer pois morrera de um acidente de mota quando colhido por um camião. Era neto materno de António Pereira da Silva, chefe dos caminhos de ferro e de Emília Monteiro de Souza Magalhães filha de abastados capitalistas da casa brasonada na Praça do Avelino.

A sua história já deu origem a um livro, uma biografia da autoria de Paula Alcântara Carreira e ficamos a conhecer um pouco da vida deste excelente artista plástico que conviveu e trabalho com Arpad Szenes e Vieira da Silva. Foi director das oficinas da cooperativa Árvore e foi Director da Bienal de Cerveira durante cerca de 20 anos.

 

 

 Livro biográfico e a pintura  “As Três Cárites d'après Rafael

  

A permanência de Henrique Silva em Paredes foi curta, mas o seu percurso de vida é longo e ainda tem muito para dar. De Paredes tem algumas recordações da pacata vila e dos seu familiares.

 

 

 

Nesta foto vemos em baixo do lado esquerdo, seu pai, Henrique Rocha Madureira e do mesmo lado acima sua mãe Sofia Monteiro Pereira da Silva ao lado de seu tio Sebastião Monteiro Pereira da Silva e respectiva mulher logo acima, Arminda Ferreira Alves e respectivas três das sua quatro filhas, Maria Arminda, Maria José e Maria Isabel Alves Pereira da Silva, primas do pintor. Abaixo Flávio Ferreira Alves, irmão de Arminda Ferreira Alves.

 

E esta é uma singela homenagem a este meu primo que considero um excelente pintor de qualidades impares e de uma humildade única e que tende a ser esquecido na sua própria terra natal.

 

A pintora Margarida Leão nascida no Porto tem raízes no concelho de Paredes, nomeadamente em Parada onde residem vários familiares.

publicado por Rafael às 21:06 | comentar | favorito