Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ao Encontro do Passado

Um blog de apontamentos sobre a história que me dá identidade. Da terra que nasci e vivo.

Ao Encontro do Passado

Um blog de apontamentos sobre a história que me dá identidade. Da terra que nasci e vivo.

Estátua do Conselheiro, José Guilherme Pacheco erigida em 1927

25.12.11, Rafael

Estátua José Guilherme - Paredes

Fotografia da estátua do Conselheiro, José Guilherme Pacheco em Março de 1928

 

José Guilherme Pacheco nasceu a 10 de Fevereiro de 1821, no Rio de Janeiro. Seu pai regressou à sua terra em Nevogilde, Lousada, na Casa das Vinhas, tinha ele alguns meses acompanhado de sua mãe nascida no Brasil mas filha de pais Portugueses.

Viria a falecer a 7 de Dezembro de 1889, com 68 anos, no Porto.

Foi em 1927 que foi erigida a estátua do Conselheiro, José Guilherme Pacheco depois de uma resolução da Comissão Municipal Administrativa cujo o presidente era Dr. José Correia Abreu Pinto Cabral.

 

Sobre este benemérito existe um livro editado a 10 de Julho de 1990, pela Livraria Maia, da autoria do Dr. António Carmindo de Sousa Maia, no centenário da morte, 1889 - 1989. (Neste livro o Dr. Carmindo Maia aponta a data de nascimento como sendo 1823 o que não corresponde ao assento de batismo. Esta data que está incorreta aparece sitada em vários artigos e livros)

Seu pai, "Manuel Albino Pacheco (+1862), veio para Portugal, com a mulher e os 3 filhos nascidos no Rio de Janeiro, pela 1ª vez, em 1822. (Se veio em 1822 com três filhos, José Guilherme já era nascido) Voltou ao Brasil, em virtude da Guerra Civil, deixando a Família na Casa das Vinhas, aonde havia nascido; em 1834 foi nomeado Presidente da Comissão Municipal de Aguiar de Sousa, jurando a Carta Constitucional e aclamando D. Maria II, restaurando, depois a Capela de Nª Senhora da Ajuda."
in: "Memórias Genealógicas" de Manuel Albino Pacheco, escritas no seu Livro de Razão, a p.p.117 a 122 e 137 a 140, no dia 18 de Abril de 1857 e foram condensadas por Mário Pacheco (Seu Bisneto), em Agosto de 1991.

1 comentário

Comentar post